quinta-feira, 26 de março de 2015

Os CINCO meninos da escada

Acho que eu nunca falei disso diretamente, mas quando eu saí do Sal e Luz em 2013 eu estava passando por uma crise de depressão aonde eu cheguei a tomar remédio tentando me dopar e que por pouco eu não tentei, realmente, o suicídio.
Depois dessa crise, sendo agravada por um tensão que acabou acontecendo na época eu tive que escolher entre a minha saúde, que já não era mais uma questão pequena, mas era a integridade da minha vida, ou continuar dentro de algo que me trouxe coisas boas durante anos, mas que estava agravando a minha integridade no momento. E eu escolhi a minha vida.
Eu hoje de manhã estava reclamando do Zayn pra Deus, eu no meu egoísmo me senti abandonada, me senti deixada, me senti valendo nada, como se cinco anos e nada tivesse sido a mesma coisa, como se todo o amor não tivesse valido, porque era e ainda é o que eu sinto... Então Deus me lembrou de quando eu saí da comunidade, muita gente disse que eu abandonei a Igreja, que eu abandonei a Deus, só que eu nunca o abandonei, nunca deixei de amá-lo porque isso vai contra a minha própria humanidade.


Da mesma forma, depois que eu saí de lá eu NUNCA senti que Deus me abandonou, talvez Ele tenha me amado muito mais, porque Ele sabe o quanto necessitada eu sou desse amor, o quanto eu preciso Dele e que a decisão que eu tomei foi para continuar viva.
O Zayn está com depressão e só Deus sabe quanta dor ele está a sentir e a quanto tempo.
Ele sempre foi o quieto, deslocado, tímido, fechado, sensível, mas eu nunca imaginei que fosse tão difícil assim para ele.
Sinceramente, eu sempre achei que a banda ia acabar depois que o Harry falasse que queria seguir carreira solo. Eu me preparei psicologicamente para isso, sinceramente. E não foi ele e não para ter uma carreira, foi porque ele está doente e não aguentou a pressão.
Está doendo, sabe? Doendo muito, porque eles não são quatro, eles são CINCO, eles vão ser cinco pra sempre, mesmo que a banda acabe, mesmo que nunca mais tenha cd, mesmo que eu morra, eles vão ser cinco pra sempre no coração daquelas que tiveram a vida salva através deles.
Por mais que eu ainda me sinta magoada e triste, eu prefiro mil vezes, todas as vezes, que o Zayn saia da banda, mas que ele esteja vivo, que ele esteja se cuidando, buscando melhorar do que receber a notícia que ele se matou, porque isso sim ia destruir tudo.
Ele não teve medo de lutar, durante cinco anos ele continuou e foi pela gente, pelas fãs que ele lutou contra os demônios dele por todo esse tempo, como deve ter sido difícil subir no palco quando ele queria estar trancado no quarto, como deve ter sido tudo difícil. Eu tenho medo que para ele ter salvo tantas vidas ele tenha tido que destruir a dele.
Eu o amo tanto, mas tanto que dói. E eu só quero ele bem.
Até onde nós sabemos ele saiu em paz com os meninos e eu espero que todo o amor que eles cultivaram até hoje permaneça para sempre, porque eles são irmãos e isso ninguém tem o direito de destruir.
Ontem vendo o Harry chorar no show eu me senti ainda mais destruída do que eu já estava. Se nós nos sentimos abandonadas, imagina eles, imagina o quando destroçados estão o Liam, o Louis, o Niall e o Harry. Imagina quantas lágrimas eles estão derramando, quanto pressão e quanto dor deve estar no coração deles agora.
Nesse momento eu não quero trabalho duro, loucura pra lançar cd e tour, eu só quero eles bem, quero eles felizes, quero eles saudáveis física e psicologicamente, eu quero meus cindo meninos da escada.
Eu tive a linda oportunidade de ver os dois shows deles em São Paulo ano passado, eu fiquei na grade em um deles e eu puder ver os cindo ali, na minha frente, eu pude ouvir, cantar e gritar o quanto os amava, o Zayn ficou varias vezes na minha frente e ele é a coisa mais perfeita desse mundo, era como ver a obra mais linda de Deus na minha frente, e não só por fora, mas por dentro, não imaginei quanto ferido ele já deveria estar.
Lembro claramente o quanto me doeu vê-los irem embora, me senti impotente, pois eles estavam ali e eles foram e eu não pude fazer nada para que eles continuassem ali comigo. E  agora tá doendo tudo de novo, eu me sinto extremamente impotente porque eu não pude fazer nada para a banda continuar com os cinco juntos, pra que eles não fossem ou ainda serem tão assediados, cobrados, odiados, eu não pude fazer nada pra amenizar a dor do meu badboy, e nem consigo fazer nada pra sarar a dor dos meus outros quatro meninos.
O sentimento de impotência diante de qualquer coisa é o pior sentimento que se pode ter e está doendo.
Eu não vou abandonar os meninos, nenhum deles, onde o Zayn estiver eu vou estar lá por ele, meu amor vai estar com ele e agora com o Liam, Harry, Louis e Niall continuando com a banda eu vou continuar lá também, porque eu prometi ficar até o fim e como a Sis ontem me disse “1D nunca vai acabar, ela pode não lançar mais músicas novas ou fazer shows, mas pra mim a banda nunca vai acabar. Eu sou idiota por pensar assim? Muito! Mas eu não vou deixar uma das bandas que mudou a minha vida ficar nessa.”
E é isso, hoje eu tenho consciência que um dos motivos de eu ainda estar viva é porque Deus se usou deles para salvar a minha vida e em todos os shows que puder estar, mesmo faltando um pedaço deles e de mim ali, eu vou estar e quando os cinco decidirem seguir caminhos diferentes eu vou continuar lá por cada um, vou mandar amor e rezar, porque eles são muito mais que uma banda que saí em fotos e que a mídia mostra, eles são muito mais e eles sempre serão.
Quem está lendo isso, quem chegou até aqui, mesmo que não entenda esse amor, mesmo que não entenda essa dor ou que não goste deles, eu peço que em suas orações, nos seus pedidos para com aquele que você acredita você possa pedir não só pelos cinco meninos dessa banda famosa, ou pelas meninas que estão sofrendo porque um deles saiu, peça pela mundo, peça por todos que enfrentam dia a dia a pressão da mídia, a pressão de ter que alimentar a família com um salário mínimo, pela criança que sofre abuso, que morre de fome e doente, peça por tudo, peça pelo amor, peça que a dor seja só uma palavra no dicionário um dia.
Não peça por mim e nem tente entender a minha dor, ou isso tudo, só ame, ame o mundo e ame você. O amor não se explica, não se julga e não se cobra.
Eu mesma nunca imaginei amar assim, mesmo me “preparando psicologicamente” eu não imaginei que ia doer tanto, não imaginei.
Eu vou sempre e sempre amar os meus CINCO meninos da escada, eu vou continuar falando deles para as minhas sobrinhas e depois para os meus filhos. Eu vou guardar todos os cd’s, dvd’s, vídeos, fotos e lembranças que eu já tenho e todas as outras que virei a ter agora que a banda continua (graças a Deus) com os quatro (por enquanto) como as coisas mais preciosas que eles me proporcionaram.
Eles me ensinaram a nunca desistir dos meus sonhos e eu não vou desistir e vou lutar, por mim, por eles, por aqueles que me amam.
E Zayn, tá doendo ouvir suas right notes, sua voz, seu filha da puta. Está doendo pensar que nunca mais você vai estar lá, mas é muito, muito maior todo o amor que eu sempre vou ter por você.
Obrigada por salvar a minha vida e agora salva a sua, meu menino.


Te amo com um amor tão grande, que mesmo que se te amasse com metade dele ainda seria um amor em demasiado!


Um comentário:

  1. Viiiii, vem cá, me dá um abraço virtual!
    Poxa que post mais lindo :'( eu imagino o quanto eles significam pra você, no contexto em que você virou fã. E com certeza tudo vai acabar bem pq Deus sabe o que faz e sabe o que é melhor pra nós.
    Fique bem e conte comigo viu?
    Beijos

    ResponderExcluir